Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Descontos por bom comportamento

por João Miguel Tavares, em 19.02.13
Através do óptimo blogue da minha amiga João, cheguei a um blogue do New York Times dedicado aos assuntos da parentalidade, que por sua vez me remeteu para um blogue chamado Consumerist. Todo este frenesim internético deve-se a esta óptima história: um restaurante americano ofereceu no final da refeição um desconto a uma família pelo simples facto de as crianças se terem portado bem durante a refeição.


A ideia pode ser discutível, mas parece-me um gesto bem simpático, que ajuda a confortar aqueles pais que tantas vezes se sentem acossados por olhares de reprovação em restaurantes mais finórios. Só espero que não lhes dê para agravar a conta em 10% se por acaso tiverem de levar com alguma birra em cima durante uma refeição...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:07


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Nuno a 21.02.2013 às 13:55

Acho que devia ser feito um esforço para "começar" a escrever "começar" sem "ç". Depois podíamos ter uma visão mais positivista da vida e quiçá descobrir que o humor é uma coisa fantástica.
Quanto à factura, na minha opinião é de génio de quem gere o restaurante, marketing muito bem feito que mais do que o valor abatido é a piada de ter notado que aqueles clientes existem. Já tinha visto um outro exemplo em que o desconto era "Nicest guy".

Parabéns João Miguel Tavares pela família numerosa.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.02.2013 às 16:03

E reparem no valor do imposto... Quanto seria o imposto por cá?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.02.2013 às 15:52

Mais um tuga a propor-se a nao pagar por qualquer razão... que novidade...
Assim mesmo que se portassem mal todos os miudos nesse restaurante iriam ter uma falsa medalha de bom comportamento,
nice deal para niguém.
E que tal começarmos a pensar nos nice deals dos dois lados?
Talvez começemos a ter um pais mais saudavel
Quando como gosto de pagar pelo que comi e não chular, bem à moda de quem nos governa e não é um caminho a seguir
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.02.2013 às 00:36

Isso parecia-me bastante justo.

Desconto quando os miudos se portam bem... e agravamento quando os miudos se portam mal (ou os pais nao sabem tomar conta deles) ... e nesse caso esse agravamento era transformado em desconto às outras mesas.

Nice Deal!

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D