Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Medo do medo

por João Miguel Tavares, em 19.01.13
Escreveu uma leitora a propósito deste post:

Os meus (5 e 4 anos) sonham com vampiros todas as noites. Nunca viram nenhum filme do género e já assegurei que não existem. De nada tem adiantado...

Ora aqui estão três pequenas frases que farei questão de partilhar com a minha excelentíssima esposa, que tantas vezes me critica por eu mostrar filmes assustadores às crianças. Obviamente que existem limites de bom-senso àquilo que um miúdo pode ver - juro que ainda não lhes mostrei O Exorcista nem O Pesadelo em Elm Street -, mas estou convencido que para uma criança um ou outro susto cinematográfico é assim como um copinho de vinho ao jantar para um adulto: exercita os músculos cardíacos e oleia a circulação.

Ah e tal, as criancinhas depois sonham com aquilo. Certo. Até podem sonhar. Mas desconfio que já existiam pesadelos antes de os irmãos Lumière terem inventado o cinema. A questão, como bem demonstra o comentário da leitora, é que se não sonharem com aquilo sonham com outra coisa qualquer. O material para pesadelos não é como o nosso ordenado: por muito que se gaste há sempre lobos, vampiros, sombras, cães ou senhores assustadores para alimentar o medo dos miúdos. 

Nosferatu, o Vampiro (1922), de F. W. Murnau

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:25


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Olga Reis a 19.01.2013 às 21:53

Olá João e Teresa,
Adoro o vosso blogue e passo muitas vezes por aqui (para não dizer diariamente) . Hoje apeteceu-me comentar, no sentido de ajudar esta sua leitora com a questão dos pesadelos.
Sou mãe de 3 (a contar com o pai) e psicóloga clínica, com especial interesse pelos pequeninos. Escrevo um blogue - O REI VAI NU -que para além de muitas coisas tem um SOS pais, uma pequena ajuda, no sentido de facilitar os pais nesta grande aventura.
Escrevi um post a falar dos pesadelos e acho que pode ajudar ;)


http://oreivainublog.blogspot.pt/2012/12/as-criancas-e-os-pesadelos.html

Um beijinho

Olga Reis

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D