Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





E já que falei em sexo...

por João Miguel Tavares, em 03.02.13
...não quero deixar a oportunidade de assinalar aqui o melhor nome de todos os tempos para combater a impotência, ou antes, para aumentar a "performance sexual". Esta imagem é de um rodapé de última página do Correio da Manhã, onde em tempos saudosos já tinha visto publicidade ao incrível "produto 100% natural" Protezon.


Pro-tezon, estão a topar o incrível trocadilho? A subtil mistura de ressonância farmacêutica com linguagem de estivador é absolutamente maravilhosa e deveria merecer a atribuição de um qualquer prémio de marketing ao génio que inventou isto.

Pelo sim, pelo não, eles avisam em rodapé que "o efeito pode variar de pessoa para pessoa", que é como quem diz "isto pode resultar ou não", o que é um aviso quase tão fabuloso quanto o seu nome de baptismo, porque permite que o produto possa dar origem a conversas como esta:

Senhor idoso: Eu tomei isto e não me fez nada!
Vendedor de Protezon: Que chatice. Mas às vezes acontece.
Senhor idoso: Acontece? Mas como é que acontece?!?
Vendedor de Protezon: Está aqui escrito na embalagem, "o efeito pode variar de pessoa para pessoa".
Senhor idoso: O problema então não está no Protezon?
Vendedor de Protezon: Não, senhor idoso, receio bem que o problema esteja em si.
Senhor idoso com a voz a tremelicar: Em mim? Por eu ser uma pessoa diferente de outras pessoas?
Vendedor de Protezon: Exactamente. Mas não desanime, senhor idoso. Isto às vezes com a insistência vai lá, até porque nós não somos todos os dias a mesma pessoa, há uma hetronímia dentro do nosso próprio ser. Quem lhe garante que o senhor amanhã será o mesmo de hoje? Às vezes basta um livro, um filme, um programa do Goucha, o sorriso de uma criança, para nos transformar por dentro.
Senhor idoso: E se isso acontecer o Protezon pode tornar-se eficaz? É que ainda agora, depois de estacionar o carro, o arrumador sorriu para mim quando lhe dei uma moedinha.
Vendedor de Protezon: Por vezes isso é mais do que suficiente.
Senhor idoso: Então era mais uma embalagem, se faz favor.

Será tão eficaz como o Viagra? Talvez não. Mas não necessita de receita médica: é só chegar e comprar. E o certo é que o Protezon deve andar a encontrar cura para o mal de uma boa quantidade de almas desperformancizadas, porque antes ele tinha uma imagem muito banal, de medicamento farmacêutico, a piscar os dois olhos ao azulinho do Viagra.



Mas agora tem toda uma panóplia de ofertas, que mais parecem caixas de produtos de A Vida é Bela antes de tudo aquilo ter ido à falência:


As duas malaguetas enroladas já são bestiais, e como metáfora visual de sexo escaldante é do melhor que já foi inventado. Mas o que eu gosto é de como o upgrade na imagem manteve, ainda assim, a diferenciação entre "Pro" (a negrito) e "tezon" (a redondo), não vá um cliente mais distraído não perceber o trocadilho.

Mas e os nomes, senhoras e senhores? Protezon Lady? Protezon Mints? E o que será o Protezon Capucino? Uma cápsula que se coloca na máquina do Nespresso antes do truca-truca? Porque é que o festival de publicidade de Cannes ainda não premiou o homem que criou esta coisa em embalagens de 30 euros cada?

Eu não sei quem foi, mas sei onde ele vive. É que quando vamos ao site da Protezon está lá a morada da única loja protezonamente certificada: "Centro Comercial de São Marcos, piso 2, loja 14 (no edifício do Pingo Doce)". O que, se pensarmos bem, é a melhor demonstração da tremenda eficácia do produto: uma pequenina marca do Centro Comercial de São Marcos (junto ao Pingo Doce) cheia de vontade de ficar grande.

Tenho dúvidas de que isto faça alguma coisa pelo tezon? Tenho. Mas lá que é Pro, é.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:37


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Mario a 25.10.2017 às 13:04

Meu caro,
Antes de comentar deveria ter experimentado...

ME
Sem imagem de perfil

De Pedro a 08.04.2013 às 23:42

Olha que a página oficial do produto é http://protezon.pt/
Sem imagem de perfil

De Palmier Encoberto a 03.02.2013 às 22:28

Aposto que foi o mesmo que criou o extraordinário design destes sacos...

http://palmierencoberto.blogspot.pt/2011/12/what.html

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D