Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Infelizmente, não é bem assim, Carolina

por João Miguel Tavares, em 11.04.13
E porque, ao contrário daquilo que a Carolina pensa, a vida nem sempre é do melhor, aqui fica este extraordinário post retirado desse extraordinário blogue que é o Malomil. Se estiver triste, evite.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:34


14 comentários

Sem imagem de perfil

De Sofia Matos a 16.04.2013 às 16:32

Que soco no estômago... e eu até nem estava triste... :(
Sem imagem de perfil

De SN a 12.04.2013 às 21:29

E que este testemunho nos faça dar muitas graças pelo nosso serviço nacional de saude.
Sem imagem de perfil

De macaca grava-por-cima a 12.04.2013 às 16:40

duro, muito duro! e hoje tb só consigo pensar no Rodrigo... naquela mãe... :-(
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.04.2013 às 13:53

Eu....Muito obrigado pelo seu comentário....acredite que para mim, faz a diferença!
Sem imagem de perfil

De Luísa Santos a 12.04.2013 às 12:55

Leio o vosso blog há algum tempo. Leio as crónicas do João no CM há uns dois anos (é o único texto que leio sempre da revista do CM mas leio sempre porque consegue sempre deixar-me com um sorriso, quando não são gargalhadas). Li este post e lembrei-me de outro post que li há minutos noutro blog e pensei que talvez o pudessem colocar aqui. É sobre uma mãe um filho, um Rodrigo, uma criança, que precisam de ajuda para combater um cancro, do Rodrigo. Deixo aqui o link e a história contada por alguém que a soube descrever: http://quadripolaridades2.blogspot.pt/2013/04/o-rodrigo-que-podia-ser-ana-minha-ana.html

Obrigada por tudo o que escrevem e pelo testemunho que passam sobre a familia.
Sem imagem de perfil

De Eu... a 11.04.2013 às 23:42

Desculpe a ousadia de lhe dirigir estas palavras, mas queria só deixar-lhe um momento de força. Sim, porque existem histórias tristes, mas muitas outras felizes de pessoas que viveram e sobreviveram.
Acredite sempre... a minha mãe tece diagnóstico de cancro de mama há mais de 12 anos, quando tinha apenas 38 anos. Mas foi em frente e venceu.
Disse que quando leu o texto se amedrontou com o que podia ser a sua história, pois então que a história da minha mãe lhe sirva para alegrar do que poderá ser a sua história também...
Sem imagem de perfil

De João Miguel Tavares a 11.04.2013 às 23:12

Isso é que é pior. A melhor das sortes para si.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.04.2013 às 22:49

Infelizmente estou a passar por lá....tinha lido este texto há uma ou duas semanas e achei-o duramente real...fiquei amedrontada com o que pode vir a ser a minha história. Infelizmente ainda se morre muito com esta maldita doença! Esperemos que o futuro seja mais "brilhante" para os nosso filhos!
Sem imagem de perfil

De Sandra a 11.04.2013 às 19:32

Sem palavras.
Sem imagem de perfil

De ME a 11.04.2013 às 13:07

Devastador!

Comentar post


Pág. 1/2




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D