Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Passatempo Pais de Quatro/Escritório

por João Miguel Tavares, em 29.10.13

Há muito tempo que este blogue não tinha passatempos - falha nossa, pois esta sempre foi uma linda actividade que quisemos explorar. Por isso, decidimos aproveitar uma excelente sugestão do Miguel Neto, da Escritório, a propósito do (re)lançamento do livro A Arca de Não É... ou o guia dos animais que poderiam ter existido

 

O livro, para quem não sabe, é uma espécie de catálogo de animais imaginários que nascem da conjugação de dois animais reais. Por exemplo, o pinguru é um cruzamento de pinguim com canguru, que vive metade do tempo na Antártida e a outra metade na Austrália, tendo sempre peixe fresco na bolsa marsupial. Já a tubarixa é uma mistura de tubarão com lagartixa, que tem a grande vantagem de a cauda lhe crescer de cada vez que é comida por um tubarão verdadeiro. E o abelhurso é este senhor que podem ver na imagem,

 

um animal particularmente habilitado para enfrentar a crise, na medida em que come o mel que ele próprio produz.

 

Estão a ver a ideia, não é? O livro é muito giro, porque cada animal vem acompanhado de uma descrição bem divertida. Mas para a nossa proposta pode deixar essa descrição de lado (se a quiser fazer também não nos chateamos, e até pode receber uns pontinhos extra). Aquilo que lhe pedimos é que convide o(s) seu(s) filho(s) a desenhar(em) um destes cruzamentos animalescos, o mais imaginativo que for(em) capaz(es). Vale tudo - inclusive os papás darem uma ajudinha.

 

Depois, é só enviar o resultado digitalizado (pode até ser uma foto de telemóvel, estejam à vontade) até dia 7 de Novembro (damos-lhe um fim-de-semana e tudo, para que possam passar uma bela tarde a divertirem-se com isto) para o mail paisdequatro@gmail.com, juntamente com nome e morada, para o caso de serem um dos felizes contemplados.

 

O júri composto pela totalidade da família Mendonça Tavares (Ritinha incluída, que é rapariga para se babar para cima do seu desenho favorito) irá depois eleger os cinco melhores e mais imaginativos desenhos. E esses felizes contemplados receberão posteriormente em sua casa, de forma inteiramente gratuita, um exemplar de A Arca de Não É... ou o guia dos animais que poderiam ter existido.

 

 

E pronto, acho que é isto, minhas senhoras e meus senhores. Se tiverem dúvidas, digam alguma coisa. Se não tiverem, é pôr mãos à obra. E que ganhe o melhor bichaluco (cruzamento de bicharoco com maluco).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:38


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Samuel Santos a 29.10.2013 às 11:16

Infelizmente, não tenho qualquer jeito para o desenho. Além disso, é muito limitativo terem que ser animais que não existem.
Não fossem estas regras tão limitadoras, eu concorria com um "animal feroz", que é um misto de ditador irascível que a esquerda quer voltar a ter, com líder democrático, a transpirar moralidade por cada poro, que a direita sempre quis ter.
Imagem de perfil

De João Miguel Tavares a 29.10.2013 às 12:35

Isso é um Socratelho, Samuel. Também conta. Venha ele.
Sem imagem de perfil

De Maria a 31.10.2013 às 17:49

ohhh.. e eu não tenho é filhos pequeninos, se não concorria com a formiruga que também é um . Poupa nos transportes fazendo as compras à porta de casa! Estou a ficar fã deste blog tendo caído cá de paraquedas. ;)

hmmm.. tb me ocorre o chimparu (chimpazé+peru) mas ainda não sei bem porquê. Gosto de chimpazés e tenho pena dos perus nas mesas de Natal. Talvez porque os "chimpas" por serem quase humanos nas expressões não dessem em manjares natalícios. Coisa de solidariedade é o que é...
Sem imagem de perfil

De Maria a 31.10.2013 às 17:52

Uuopss... falta um pedaço de texto que copiei do post e então repito e emendo:

ohhh.. e eu não tenho é filhos pequeninos, se não concorria com a formiruga que também é um "animal particularmente habilitado para enfrentar a crise". Poupa nos transportes fazendo as compras à porta de casa! Estou a ficar fã deste blog tendo caído cá de paraquedas. ;)

hmmm.. tb me ocorre o chimparu (chimpazé+peru) mas ainda não sei bem porquê. Gosto de chimpazés e tenho pena dos perus nas mesas de Natal. Talvez porque os "chimpas" por serem quase humanos nas expressões não dessem em manjares natalícios. Coisa de solidariedade é o que é...
Sem imagem de perfil

De Maria Calais Pedro a 29.10.2013 às 11:05

Boa, João! Vou pôr o pessoal criativo cá da casa a fazer estes cruzamentos! Obrigada pelo excelente passatempo. Adorei o método selectivo da Ritinha- baba!
Imagem de perfil

De João Miguel Tavares a 29.10.2013 às 12:34

Fico à espera. Famílias numerosas podem concorrer a quadriplicar :-)

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D