Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Que cão ter em casa?

por João Miguel Tavares, em 26.11.13

Não, a minha excelentíssima esposa e respectiva prole ainda não me convenceram a enfiar um cão dentro de casa já neste Natal. No entanto, eu fiquei impressionado com a participação e as opiniões dos leitores em relação a este post, e por isso resolvi aproveitar a boleia de quem percebe realmente de cães, de forma a ouvir a vossa opinião e fundamentar a minha.

 

Não podendo eu trazer para dentro de casa e colocar numa gaiola os dirds que vocês vêem nas imagens em baixo, por inexistirem, gostava muito de saber que espécie de cão aconselham a ter dentro de um apartamento. A minha casa é grande, mas não tem varanda, sendo que eu não gostaria de ter um cão demasiado mini, daqueles que uma pessoa se distrai e pisa facilmente. Se não largasse pêlo por todo o lado também seria bom, por causa dos miúdos. E, claro, convém ser inteligente e muito amistoso. Algumas sugestões?

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20


72 comentários

Sem imagem de perfil

De cães para dar a 27.02.2014 às 10:09

o mais importante em ter um cão é estar disposto a cuidar dele todos os dias, isto ganha mais relevancia se se vive numa cidade.
Sem imagem de perfil

De cão para adoção a 12.02.2014 às 11:04

concordo plenamente, o mais importante é saber se á disponibilidade para cuidar do cão, já que um cão requere atenção todos os dias e isso ainda mais se viver num apartameto.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.12.2013 às 15:40

Um cão de peluche
Sem imagem de perfil

De Susana Sousa a 28.11.2013 às 13:04

Visite um abrigo e faça a diferença na vida de uma animal abandonado, verá que lhe vai agradecer para o resto da vida!!
Aconselhe-se com quem lá trabalha e conhece bem os animais, serão as pessoas indicadas para saber qual o animal que mais se adequa à casa, crianças, etc.
Sem imagem de perfil

De Sam a 27.11.2013 às 14:09

Concordo com o rafeirito e com o bouledogue frânces, tenho ambos, num apartamento com miúdos também. Nos comentários anteriores vem referido que não largam pêlos, o que não é verdade. Não conheço nenhum cão que não largue pêlos. O boulegogue tem a vantagem de só precisar de 15 minutos por dia de passeio, são cães que gostam de estar em casa. Mas haja paciência, são muitos teimosos, mas um amor :)
Imagem de perfil

De Padrinhos Civis a 27.11.2013 às 14:00

Tenho comentário sim. A União Zoofila tem centenas de cães, de todos os tamanhos, à vossa espera. Eles são de todas as idades, mas eu recomendo que tragam um adulto, que já se conheça bem o seu feitio - dócil e meigo. Mas que não seja a desculpa para não irem lá: também lá têm cães bebés. Quer o cão perfeito para a sua família de 4? Dê uma passagem por lá! Com certeza está lá um cão bom para vocês. Eu não concebo que o cão ideal seja o cão "raça A" ou "B". Se exitem limitações de tamanho, idade, perfil - os rafeiros vêm em todas as formas e feitios :-) Ah, e a União Zoffila também lá tem cães de raças definidas, se forem o tipo de família que aprecia "cães de marca" (mas pelo que leio no vosso blogue, penso que não... )
Sem imagem de perfil

De Olívia a 27.11.2013 às 13:57

Voto também na ida ao abrigo de animais, têm ninhadas que por vezes não têm uma raça definida, mas são sempre amorosos!

(eu tenho um husky, mas parece que neva 2 vezes por ano na altura de mudar a pelagem, por isso NÃO escolha um)
Sem imagem de perfil

De Sandra a 27.11.2013 às 11:37

Um Yorkie.
Não larga pelo porque, segundo alguns entendidos... não tem pelo, tem cabelo como os humanos! Por isso necessita de um bom corte de vez em quando. Mas não se assustem. Não dá trabalho nenhum: uma escovadela a cada dois dias, para que o pelo/cabelo não crie nós e muito carinho!
São hipoalergénicos, inteligentes, carinhosos e amigos das crianças. Quem tem um não quer outra coisa! Se tem medo de os pisar, arranjem um de tamanho médio. Importante ensiná-los desde pequenos, como qualquer cão, aliás. Ensinei o meu a não ladrar a não ser para dar sinal de alguém que se aproxima. Precisa de muito pouco exercício. Duas corridas à volta da sala e já está! Recomendo vivamente!
Sem imagem de perfil

De catia a 27.11.2013 às 11:32

Cada cão é um caão, em todas as raças há excepções. Eu recomendaria adoptar um cão de alguma associação ou canil. Os cães abandonados dificilmente são agressivos. Já tive dois e qualquer um deles era meigo, carinhos, amigo.... Há tanto cão abandonado por aí... quem realmente gosta de cães, adopta um não compra!!
Sem imagem de perfil

De Isabel a 27.11.2013 às 10:17

Sempre tive cães em casa, grandes, médios ou pequenos. Mas uma coisa que sempre fiz, nunca gastei um tostão para os adquirir. Com tantos cães abandonados que há, acho que é uma bênção ir a uma associação e escolher um. Sempre fui bem sucedida. Ainda há 1 meses fui a Cascais a uma Associação e não resisti a um olhar meigo de uma cadela a olhar para a minha filha e que dizia... leva-me contigo!!!... e não estou nada arrependida. Trata-se de uma cadela medio/grande porte, super meiga, asseada e super sociável.

Comentar post


Pág. 1/6




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D