Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Procura-se musgo

por João Miguel Tavares, em 05.12.13
Apesar de todos os fabulosos arranjos de Natal da excelentíssima esposa, ainda há um presépio cá em casa à espera de ser montado. Pergunta: alguém sabe onde se pode apanhar musgo em Lisboa e arredores? Eu sei que a coisa se vende em mercados e floristas, mas pagar três a cinco euros por uma placa de meio metro quadrado custa-me um bocadinho, por maior que seja a necessidade de estimular a procura interna. Agradecem-se sugestões.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:13


14 comentários

Sem imagem de perfil

De Helena Araujo a 07.12.2013 às 07:15

Há aqui uma questão paralela que é muito curiosa: quanto dinheiro em gasolina e desgaste do carro é que o João quer gastar, para não ter de pagar 3 euros por um bocado de musgo?

(Não é bem uma crítica, é mesmo só um apontamento: às vezes gastamos muito para poupar um pouco)
Imagem de perfil

De Teresa Power a 06.12.2013 às 17:06

Vem à nossa casa em Mogofores, João, com a Teresa e os meninos! Por aqui não faltam elementos da natureza para o teu presépio: musgo, líquens, terra, pinhas, bolotas, ninhos abandonados, casca de árvores, enfim, a natureza aqui é abundante! Podes também visitar o blog fresquinho em folha da nossa família numerosa para algumas ideias sobre Natal e Advento em família! Ab Teresa Castel-Branco Power
Sem imagem de perfil

De Maria Calais Pedro a 06.12.2013 às 15:48

Monsanto!
Sem imagem de perfil

De Helena a 06.12.2013 às 10:44

João, se quiser passar por Aveiro terei muito gosto em lhe oferecer musgo do meu jardim! beijinhos
Imagem de perfil

De João Miguel Tavares a 06.12.2013 às 11:24

Obrigado pela oferta, Helena, mas Aveiro fica um bocadinho fora de mão para um grupo de lisboetas :-)
Sem imagem de perfil

De Rita Veludo a 06.12.2013 às 09:48

Na serra de Sintra! Dá é muito trabalhinho a apanhar, mas conseguem-se retirar das pedras maiores e dos troncos das árvores bocados grandes, que ficam lindos no presépio, em vez daquele musgo comprado que vem todo esfanicado!
Sem imagem de perfil

De César Garcia a 05.12.2013 às 23:20

Boas,
Em primeiro lugar o musgo não deve ser apanhado.
Há muito musgo em Lisboa.
Há musgo mesmo que não chova.
Grande percentagem das cerca de 715 espécies que existem em Portugal estão em perigo.

Sugestão, usem relva, ou germinem sementes ou outro tipo de material. O ciclo da água agradece, o solo, os insectos e outros organismos.
Há vários países que têm campanhas nesta altura para protegê-los. É claro que o impacto da colheita de um pequeno pedaço de Hypnum (o mais usado) é minimo, mas as enormes "rapadelas" para comercializar têm fortes consequências.

Um Feliz Natal,
César Garcia
Sem imagem de perfil

De Paula a 05.12.2013 às 21:48

Este ano fizemos o presépio... se musgo!
Sem chuva não pode haver musgo, só de estufa ou de importação.
Não acho ue valha a pena!
Já agora entre nós, na Galileia não devia haver muito musgo, devia ser mais areia!
vidademulheraos40.blogspot.com (http://vidademulheraos40.blogspot.com/).
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.12.2013 às 20:48

Por Monsanto.
Se nao encontrar aí procure na praça de Benfica: cada caixa (grande com 3 "placas" de bom musgo) a 6€.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.12.2013 às 19:22

É só passar a ponte e vir à margem sul do Tejo, qualquer pequeno mato costuma ter musgo em abundância.
Sem imagem de perfil

De Rute Moreira a 05.12.2013 às 18:06

sintra. em monserrate há com fartura e ainda dá direito a um passeio fantástico na serra. Ir pela estrada velha que vai da vila para colares e passa em Seteais. Ainda dá para trazer para os amigos e vender mais barato que a florista. Também se encontra azevinho mas é espécie protegida e dá pena apanhar.

Comentar post


Pág. 1/2




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D