Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Diálogos em família #34

por João Miguel Tavares, em 10.02.14

- Hoje é o dia do teu teste de matemática, Carolina?

- Sim.

- O que é que tens andado a fazer nas aulas?

- Temos andado a treinar contas de multiplicar, contas de dividir e também temos feito algumas transformações.

- Carolina.

- Sim, Gui.

- Tu consegue transformar um carro num boi?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:27


Diálogos em família #33

por João Miguel Tavares, em 27.01.14

 

- Papá, tens de falar com a mamã.

- O que é que se passa, Tomás?

- Já não tenho idade para usar roupa interior com ursinhos.

- Mas isso nem se vê, Tomás.

- Já não tenho idade, papá.

- Hum, ok. Vamos falar com a mamã.

(...)

- Aqui o Tomás diz que já não tem idade para usar roupa interior com ursinhos.

- Eu sei, Tomás. Mas eu só te mandei essa roupa para a natação, não para a escola.

- De qualquer forma, se puderes passar essa roupa interior para o Gui, era bom. Ele não se importa. E eu já não tenho idade para usar roupa interior com ursinhos.

- Está bem, Tomás, vamos fazer isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20


Diálogos em família #32

por João Miguel Tavares, em 18.01.14

- Papá, tu tens filhos favoritos?

- Tenho, Carolina.

- Quantos?

- Quatro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:34


Diálogos em família #31

por João Miguel Tavares, em 12.01.14

- Meninos, vamos para o quarto escolher alguns brinquedos para dar a quem precisa, ok? Olhem aqui esta pistola. De quem é que é esta pistola?

- É minha, mamã.

- Gui, podemos dar esta pistola?

- Sim. Mas ela não dispara.

- Porquê?

- Não tem pilhas.

- Não a podemos dar assim, Gui. Temos de pôr umas pilhas novas primeiro.

- Ó mamã, mas com pilhas novas eu já não a quero dar!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10


Diálogos em família #30

por João Miguel Tavares, em 05.01.14

- Papá, tu acreditas no pudismo?

- No quê, Carolina?

- No pudismo. Eu vi na televisão que eles acreditam na reencarnação, e que quando uma pessoa morre depois volta num outro corpo. E se tu te cruzares com ela na rua, vais ter a sensação de que já a conheceste.

- Deves querer dizer budismo, Carolina.

- Sim, isso, o budismo. Acreditas?

- Bom, na nossa cultura cristã, nós acreditamos antes que as pessoas quando morrem vão para o céu.

- Eu acredito nas duas coisas. Acho que as pessoas boas, como a tia Armanda, deviam voltar outra vez.

- Sim, mas para acreditares nas duas coisas só se criares a tua própria religião.

- A tia Armanda era muito boa, mas também tinha os seus defeitos, não era, papá?

- Como todas as pessoas.

- Então, a parte dela que era um bocadinho má ia para o céu, para aprender a ser boa junto de Deus. E a parte boa reencarnava e voltava outra vez para a terra. O que é que achas?

- Parece-me bem, Carolina.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:41


Diálogos em família #29

por João Miguel Tavares, em 19.12.13

- Papá, nós podemos ter várias profissões?

- Porque é que perguntas isso, Gui?

- Porque eu quero ser médico de pessoas, médicos de animais e motorista de táxi.

- Isso ia ser uma canseira.

- Não. No primeiro dia eu era médico de pessoas, no segundo dia era motorista de táxi e no terceiro era médico de animais. Assim não me cansava muito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:02


Diálogos em família #28

por João Miguel Tavares, em 12.12.13

- Papá, eu vou dizer-te onde é que tu ganhas à mamã.

- Eu ganho à mamã nalguma coisa? Isso é fantástico, Gui.

- Tu ganhas à mamã no ser muito engraçado. A mamã ganha-te nos miminhos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:29


Diálogos em família #27

por João Miguel Tavares, em 27.11.13

- Vou pôr o meu dente debaixo da almofada, papá.

- Ó Carolina, mas se tu dizes que já não acreditas na fadinha dos dentes...

- Não se trata de não acreditar. Eu tenho provas de que ela não existe.

- Então sabes como é: quando se deixa de acreditar na fada dos dentes, ela também deixa de acreditar em nós, e já não aparece à noite.

- Papá, é o meu primeiro pré-molar!

- E então?

- Então, a mamã disse que ela aparecia na mesma.

- Ai sim?

- Sim. Eu ainda sou uma criança, papá.

- Ok, e então quando é que na tua opinião a fada pode deixar de aparecer?

- Quando eu fizer 18 anos e me tornar independente.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00


Carolina, a pragmática (diálogos em família #27)

por João Miguel Tavares, em 23.11.13

- Tu tens de gostar dos teus manos, Carolina, tens de ficar feliz quando eles estão felizes e sacrificar-te por eles quando vês que precisam de ti.

- (...)

- Se o Tomás caísse para um poço tu não mergulhavas para o salvar?

- Não.

- Não?!?

- Claro que não. Se ele caísse para um poço eu não iria conseguir salvá-lo. Se saltasse, em vez de morrer só um, morríamos os dois.

- Ah, ok. E se fosse para uma piscina?

- Para uma piscina saltava.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:21


Diálogos em família #26

por João Miguel Tavares, em 20.11.13

- Onde é que vamos, papá?

- Vamos ao dentista, Gui.

- Ao dentista dos dentes?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:28



Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D