Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





As notícias da morte do PD4 são manifestamente exageradas

por João Miguel Tavares, em 03.12.14

Devo dizer que acordei com alguns problemas de consciência: é possível que o meu post de ontem tenha soado demasiado trágico. Ao ler a caixa de comentários, fiquei a achar que um cacharolete de gente entendeu o meu aviso de que vou passar a escrever com menos regularidade como um pré-anúncio de falecimento. Não, não, não. A ideia não é matar o PD4, ok?

 

Uma das minhas familiares favoritas até me mandou um sms comovente:

 

Queria dizer-te que também eu fiquei muito triste com a tua resolução. Embora não comentasse, era leitora assídua do PD4. Agora falta-me qualquer coisa para preencher as minhas tardes.

 

Bolas, fui logo a correr para o computador - portanto, nem que seja para manter informadas as pessoas de quem gostamos, e que estão longe, sobre os andamentos da nossa família, a malta manter-se-á por aqui.

 

Vai ser menos vezes, mas esperemos que continue, de cada vez, a ser muito bom para ambas as partes - tal como a vida sexual das pessoas casadas.

 

E agora, já de seguida, um post sobre axilas pintadas.

 

keep-calm-because-i-m-still-alive.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:12


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.12.2014 às 12:03

:) :) :)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.12.2014 às 11:36

Curiosa, a forma como as pessoas distorcem o significado daquilo que lêem...
Sem imagem de perfil

De Ana Maria a 03.12.2014 às 12:29

Não é distorcer, é interpretar.
Quando um bloguer diz que precisa de uma pausa, é natural que se pense que vai deixar de publicar (tanto), que vai deixar o blog parado durante algum tempo.
Ainda mais sendo o JMT jornalista, e escritor, e cronista, e tudo e tudo.
Na blogosfera, parar é desaparecer/ser substituído, daí que estes "avisos" sejam normalmente interpretados como o fim de um ciclo.

Ainda bem que interpretámos de forma errada :)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.12.2014 às 18:14

"Eu decidi desobrigar-me de postar diariamente, o que vai, como é óbvio, diminuir a cadência de posts do PD4."

"O Pais de Quatro não vai ser abandonado"

Eu interpretei que a questão era deixar de postar a ritmo diário...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.12.2014 às 11:12

ufa......assim esta melhor.....hehehehe

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D