Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Big daughter is watching you

por João Miguel Tavares, em 16.03.15

- Papá, no próximo fim-de-semana vamos à Kidzânia.

- Quem disse?

- A mamã. E não podem voltar atrás: eu gravei-a a dizer isso.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:19


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Paula a 15.04.2015 às 23:55

M E D O !!

vidademulheraos40.blogspot.com (http://vidademulheraos40.blogspot.com/).
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.04.2015 às 09:50

Também concordo que não é justo para os leitores que vos seguiam terem um blogue deserto, com a expectativa de um dia.......
Sem imagem de perfil

De fca a 11.04.2015 às 19:28

De rastos... Vou deixar de vir aqui. Há quase um mês sem post.

Como está tudo parado vou-me dando ao luxo de imaginar o pq... Creio que o motivo de fecho do blog será outro. Quando eram só coisas quidinhas tudo ok. Mas à medida que os filhos tb têm acesso à net tlvz não gostem de se ver aqui retratados na sua intimidade.

Enfim... espero que haja um motivo decente para o fim do blog. este ou outro qq.
Sem imagem de perfil

De Ana a 31.03.2015 às 09:16

Sempre que aqui volto a saber se há novidades arrependo-me. E sinto-me tonta por regressar. Cada vez mais tonta. Ainda cá venho vezes demais... Não querem fazer um favor aos (tantos) seguidores que vos acompanhavam - à escrita, às peripécias, aos debates nas caixas de comentários... - e encerrar de uma vez por todas o blog? Assim os tontos como eu, ao dar com o nariz na porta, perceberiam o recado e aprenderiam a lição. E deixávamos de nos sentir tão tontos, de perder tempo, e de ler again and again os mesmos (pouquíssimos) artigos publicados nos (largos) últimos tempos. Grata
Sem imagem de perfil

De Sofia a 06.04.2015 às 16:51

Concordo em absoluto. Compreendo que é difícil cortar as raízes de algo que tem (teve) repercussões muito positivas em nós e no outro, na qualidade de bloguer e leitor, no caso em apreço. Desculpem a honestidade, mas há que encarar, sem rodeios, que este blogue é um projecto passado. Não raras vezes sinto a mesma frustração da leitora Ana. Acho que é legítimo reclamarmos o espaço do leitor, porque do lado de lá também seria frustrante escrever para as paredes, neste contexto. Digo eu.
Sem imagem de perfil

De safio a 10.04.2015 às 00:24

Portas são cousas vagas que separam narizes virtuais

entrai pelas janelas vós que aqui não estais

e comentai para o vazio como os demais ..
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.03.2015 às 09:51

Foram?
Sem imagem de perfil

De Cabanas a 17.03.2015 às 17:08

É de tanto se falar em "escutas" as crianças aproveitam... fazem bem!!!
Sem imagem de perfil

De jsgm a 17.03.2015 às 12:14

Também funciona ao contrário: quando eles desatam em birras e berreiros de que se envergonham diante dos seus pares, basta sacar do telemóvel para que o drama se extinga em segundos ;-)
Sem imagem de perfil

De Carolina Maria a 16.03.2015 às 19:01

Pois é, as novas tecnologias têm destas coisas hehehe
Imagem de perfil

De Niki a 16.03.2015 às 09:00

Lol ai minha nossa. ehehe

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D