Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Dar água às plantinhas

por Teresa Mendonça, em 14.05.14

Estou muito agradecida pelas fantásticas dicas sobre como conseguir manter variada e saudável a nossa horta vertical. Vou segui-las à risca.

 

Entretanto, a Rita já começou a dar uma ajuda. Há dias, ao pequeno-almoço, a Rita ouviu-nos falar na necessidade de dar água às plantinhas, e quando voltei a olhar para ela, estava assim:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:37


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Conceição M. a 14.05.2014 às 17:41

Há 18 anos que me mudei para uma moradia - com jardim, pomar... embora tenha muitas plantas e flores - só fã de orquídeas e rosas - a parte mais agrícola não me seduz muito: as ervas daninhas crescem a um ritmo 500 vezes superior ao do produto que se pretende que cresça, os caracóis, lesmas, pássaros diversos e afins, banqueteiam-se com a melhor parte, os gatos adoram aqueles pedaços de terra preparada para receber as plantinhas novas (se é que me compreendem...)... enfim, a vida de agricultor é muito difícil e é mais rápido e menos trabalhoso ir ao mercado.
Quando vi o post achei inusitada a ideia de uma "horta interior" - achei que este tipo de plantas, ou pelo menos a maior parte, só se "davam" no exterior, por causa do sol, da sombra, da chuva, das variações de temperatura... Mas é engraçado; não conhecia e até já dei conhecimento do conceito a uma amiga que tem um talhão de terra numa horta comunitária, mas que tem de ir de carro cada vez que lá vai - como ela até tem um terraço enorme, ficava com a vida facilitada...
A Ritinha quando quiser pode vir ajudar-me a regar as orquídeas - tem é de trazer um biberão maior :)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.05.2014 às 11:01

Que fofa :)
Sem imagem de perfil

De Ana a 14.05.2014 às 10:29

A Rita é tão querida! :)
Sem imagem de perfil

De Sandra a 14.05.2014 às 10:04

Olá. A Rita é uma fofa. :)

Gostava de lhe fazer uma pergunta. Tenho um filho com quase 6 anos que quer dormir no mesmo quarto com o irmão de 3 meses. Percebi que fazem o mesmo. Pode dar-me dicas e falar me sobre os principais "dramas" a gerir?
Muito obrigada. Sandra
Imagem de perfil

De Teresa Mendonça a 15.05.2014 às 12:48

Olá Sandra. A Rita passou a dormir no quarto com a Carolina aos 9 meses, quando deixei de amamentar e numa altura em que o ritmo de sono dela já estava bem definido. Nunca tivemos qualquer problema com isso porque desde cedo a levávamos a brincar no quarto da irmã e os brinquedos dela também a acompanharam na mudança. Ficaram as duas muito contentes com o acontecimento e nós fizemos por o valorizar sublinhando o upgrade que subentendia. Claro que, de vez em quando, se a Rita acorda a meio da noite, mais ruidosa do que é hábito, acaba por acordar a irmã e um de nós tem que ficar no quarto delas para manter a ordem de silêncio. Mas nada muito complicado de gerir, até hoje. Só os brinquedos mais perigosos para a mais pequena é que tiveram que mudar de lugar. Correu mesmo muito bem.
Sem imagem de perfil

De Sandra a 15.05.2014 às 13:42

Obrigada

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D