Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





E beijar os filhos na boca? Pode-se?

por João Miguel Tavares, em 24.11.14

Antes que comecem a acusar-me, após a mega-polémica da amamentação, de me estar a transformar no Bloco de Esquerda da vida familiar - por aqui, é só temas fracturantes -, devo dizer-vos que a pergunta não é minha, mas da leitora Ana, que me desafia a opinar sobre dar beijos na boca dos filhos. E acrescenta:

 

Não acho nojo, mas incomoda-me.

 

Este "não acho nojo" é uma resposta directa ao conteúdo deste post da Joana Paixão Brás, no blogue A Mãe É que Sabe.

 

Eu não só não acho nojo como até acho fofinho de ver, pelo menos nos filmes de Hollywood. Mas pessoalmente não pratico. Até porque não saberia em que altura da vida parar. Se em 2020 alguém me apanhasse na rua a dar chochos a uma miúda de 16 anos corria o risco de acharem que não era minha filha - o que daria problemas em casa.

 

Mas parece que a questão começa a discutir-se em muito lado, incluindo nos países onde beijar na boca é habitual.

 

658380_3513306_ver1.0_640_480.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:59


121 comentários

Sem imagem de perfil

De mariazinha a 25.11.2014 às 13:49

nem a propósito:

http://joannagoddard.blogspot.pt/2011/05/motherhood-mondays-do-you-kiss-babies.html
Sem imagem de perfil

De Patty a 25.11.2014 às 14:42

Fui espreitar! E o que mais me chamou a atenção foi... o civismo das respostas!
Não li os quase 600 comentários, mas fui lendo uns e outros aleatóriamente, e reparei que a maioria partilhava a sua experiência pessoal com os seus pais ou filhos, praticando o dito beijinho, enquanto que os que não concordavam expressavam a sua opinião em frases que começavam ' Pessoalmente penso que...' ou ' No nosso caso...'
Sem julgamentos às escolhas do outro, sem palavras agressivas, sem a atitude que subentende que se a nossa opinião é esta, os outros estão todos errados!
Li há dias uma frase magistral de Alejandro Jodorowsky : '
'Pássaros criados em gaiolas pensam que voar é uma doença'
Sem imagem de perfil

De AGC a 25.11.2014 às 15:43

Concordo tanto consigo! Independentemente da nossa posição sobre o beijinho nos lábios dos filhos parece-me importante não esquecer que estamos a falar sobre os afectos alheios e importa ter algum respeito. Expressões como "nojento" parecem-me tão agressivas e exageradas! Somos tão pudicos e comedidos relativamente a tantas outras coisas, mas temos sempre opiniões fortes sobre como os outros devem educar os filhos!

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D