Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Estou farta de bola!

por Teresa Mendonça, em 08.12.14

Cá em casa tenho três tipos de loucos por futebol:

 

- Um, que adoraria ser um verdadeiro craque (leia-se "verdadeiro craque em potência", cujas hipóteses de sucesso foram goradas por um pequeno problema de balneário e pela falta de vontade dos seus papás em que ele se transformasse num menino cujo cérebro fosse uma brazuca), a quem chamam mini-Ronaldo na escola, e que passa o dia com uma bola nos pés. Uma "a sério", na escola, e outra em casa, bibelôs-da-mamã-friendly, made by IKEA, que o acompanha em todas as suas deslocações e tarefas domésticas (seja comer, dormir, estudar ou idas ao WC).

 

- Outro, mais pequenote, que adora o seu mano-craque da bola e que, apesar de não ter uma pinguinha de jeito para manobrar o esférico, não desiste de seguir o seu irmão para a escola com uma bola igual à dele, mas em miniatura, e umas gigantes luvas para ajudar o mano na necessidade permanente de ter à sua disposição um guarda-redes.

 

- Outro, mais entradote, que não perde uma oportunidade para dar uns chutos na bola, seja com mini ou macro-craques, e organiza toda a sua agenda (e a da sua família) de acordo com as marcações dos jogos do Benfica (mas nem pensar em assumir isso em voz alta). E de cada vez que o seu clube perde um jogo fica mais rabugento do que o capitão Haddock quando lhe roubam a garrafa de rum.

 

No meio disto tudo, passo o dia a levar com bolas na cabeça, a tratar feridas resultantes dos combates pelo esférico, a calar choros por fintas mais entusiasmadas e rasteiras por falta de fair play, a aturar rabujices por ter a veleidade de sair de casa para alguma actividade em família e não voltar a tempo do início do jogo do Benfica...

 

Help!!!

  

IMG_8997.JPG

IMG_9031.JPG

IMG_9017.JPG

IMG_9338.JPGIMG_9337.JPGIMG_6330.jpg

IMG_9088.JPG

IMG_9224.JPG

IMG_9340.JPG

IMG_8233.JPGIMG_8639.JPG

IMG_8585.JPG 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:47


8 comentários

Sem imagem de perfil

De :P a 11.12.2014 às 09:21

São tantas as vezes que este blog está em destaque que começo a suspeitar que se trata da "família modelo" portuguesa. Quiçá a descendência daquela família imortalizada por Odette Saint-Maurice. Os netinhos de "Um rapaz às direitas"?
Sem imagem de perfil

De Anabela Barros a 11.12.2014 às 07:08

Tem a certeza que não vive na minha casa? :)
Eu gosto de futebol e admito que tenho um problema com o benfica mas os homens lá de casa (o grande e o pequenino) exageram!
Sem imagem de perfil

De SLB a 10.12.2014 às 18:54

bem, isto e simples quanto aos jogos do Sporting , e fácil mudas pó Benfica , -=).. brincadeira,,.., quem falou que vida de fotebolista praticante ou nao era fácil ?? hhehehe.. Tereza e simples todos eles tem o seu obi. prg para eles quando qual sere o melhor dia e horas para fazeres o teu obi!! =)
Sem imagem de perfil

De Carla a 09.12.2014 às 10:10

Como eu percebo o João. A hora dos jogos do Glorioso é sagrada. Para mim, não se passa mais nada enquanto há jogo do Benfica. Se recebo algum convite a primeira coisa que faço, antes de aceitar, é ver a agenda dos jogos do Benfica e fico furiosa, como já me aconteceu, se o jogo é alterado (já tinha aceitado o convite) e não posso desmarcar.
Sem imagem de perfil

De Ricardo Trindade a 10.12.2014 às 08:40

Já dizem os Deolinda "agora não, que joga o Benfica" :-)
Imagem de perfil

De Sofia Almeida a 09.12.2014 às 09:46

Bem-vinda de volta, Teresa, já tínhamos saudades! XD

Cá em casa é engraçado porque são as meninas que são maluquinhas por futebol (eu e a minha irmã), mas só no que toca à modalidade profissional, nós mesmas não jogamos. Eu ligo mais à Seleção mas a minha irmã é de tal forma que também nos obriga a programar a vida da família em função dos jogos do Sporting. Como não temos SportTV e a Internet nem sempre é das melhores, aos fins-de-semana temos quase sempre de ir jantar fora nas noites em que o Sporting joga.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.12.2014 às 09:29

Não estranho.
Por cá há dois malucos da bola: pai e filho.
O pai joga desde a infância e nem os seus 40 anos lhe dão juízo para acabar com isso. É que joga (ainda) num clube federado!!!
O filho... bem o filho joga desde os 5, tem agora 12 e está federado há (sei lá quantos) anos. O que significa uma obrigatoriedade de treinos e jogos que não lembra o diabo.
Ainda ontem, feriado(!!!!) treino às 8.30h da manhã!!!!!
Claro que não se pode marcar fins de semana fora, porque ao sabado joga o pai, ao domingo joga o filho.
Como permiti estas actividade (do filho, entenda-se, que do pai, sabe ele), não posso resmungar. Quer dizer até posso e resmungo, mas aceito, porque lá está, permiti e é um compromisso como qualquer outro e os compromissos são para serem respeitados. É um desporto de equipa, por isso tem de assumir.
Mas jogos na TV, quanto a isso tenham paciência. Se tiver de sair em pleno jogo do Benfica, saímos mesmo! É que nem quero saber!
Já me bastam os "meus craques" de cá de casa, ainda tenho de aturar os outros? As maezinhas deles que os vejam :)
Sem imagem de perfil

De Maria C. a 09.12.2014 às 00:20

Força, Teresa! Os malucos da bola estão por todo o lado, mas não se dê por vencida. Aliás, não dê sequer a entender que está numa competição, porque é isso que os alimenta. E, se o clube deles não ganha sempre, ganhar uma partida em casa, qualquer que seja, relacionada com a bola (nem que seja a disputa entre ir ao cinema ou ver o dito cujo enésimo jogo, da décima primeira mão, dos duodécimos de final da liga não sei quê), vai torná-los ainda mais chatos.
E venho até acrescentar uma, digamos, agravante ao seu post: as meninas não estão imunes. A partir do seu relato, dir-se-ia que a Carolina e a Rita estão do seu lado, ou seja, do lado dos que não ligam ao futebol. Mas conheço casos em que as raparigas são também loucas pelo 'desporto rei'.
A mais pura verdade é que, mesmo se (aqui entre nós) há uma magia especial nesta modalidade, que pode ser jogada com um pequeno monte de trapos a fazer de bola e duas pedras a fazer de baliza, e que tanto intriga os americanos por poder acabar com um resultado de 0-0 e isso ser excelente para uma das equipas (só este pormenor já me fascina, devo confessar), nós, os que temos de conviver com os malucos da bola, com os horários condicionados pelo calendário deste ou daquele campeonato, estamos em minoria, com tudo o que isso implica. E não adianta estrebuchar muito, só vai piorar as coisas para o seu lado. Eu aprendi a conviver com isso de diversas formas, não mutuamente exclusivas:
(a) acompanhá-los no momento de um jogo 'importante' com uns petiscos e imperiais (uma pessoa sempre usa aquele tempo para fazer algo verdadeiramente relevante);
(b) aproveitar para observar os jogadores giros em campo e os fenómenos paralelos que se passam num jogo (e como eu adorava saber o que o Mourinho diz aos seus homens para os motivar);
(c) brincar com a linguagem (fingir que não sabe o significdao de 'fora de jogo' já está fora de moda; mas há coisas alternativas engraçadas; por exemplo: havia uma competição que para mim era 'betadine' e hoje há outra que é 'faca na liga' - bem sei que isto é um bocado pateta, mas em certos momentos ajuda a pôr a coisa em perspetiva);
(d) ir passear o cão.
Vai ver que, com o tempo, a coisa fica suportável e, em certos momentos, chega a ser divertida.
Também já tentei confrontá-los um bocadinho com certas questões de lógica. Tipo: porque é que há 'mãos' nuns campeonatos e noutros não? E não acham que quem joga em casa na segunda mão está em vantagem (o que, oviamente, não deveria acontecer)? Mas pronto, por razões óbvias, esta técinca não resulta muito. É que 'futebol' e 'lógica' jamais deviam estar na mesma frase/raciocínio/sala :)

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D