Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





João e Teresa by Carolina

por João Miguel Tavares, em 27.01.14

A foto da revista Sábado não está nada mal, mas a Carolina prefere retratar o seu pai e a sua mãe em pose idílica. Há três ou quatro dias ela veio entregar-nos este desenho, muito orgulhosa. "Para porem no blogue", acrescentou. Cá está.

 

 

Há, desde logo, a assinalar a generosidade com que eliminou a minha pança e me pôs mais espigado do que o Bruno Nogueira. Simpática, a minha filha.

 

Depois, além dos clássicos coraçõezinhos, gosto da originalidade do "for ever" - os erros de ortografia perdoam-se mais facilmente se forem dados em língua inglesa, e a questão do "para sempre" tem andado a ser muito debatida. Não só no blogue, mas também cá em casa.

 

Finalmente, se olharem bem para as nossas camisolas, ambas têm a mesma inscrição: Romeu e Julieta. Que bonito. Eu mostrei-lhes o filme do Baz Luhrmann há uns 15 dias, e eles ficaram muito impressionados. Só espero que o meu fim e o fim da Teresa sejam um pouco mais animados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:37


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.01.2014 às 09:54

Para um desenho dessas só pode ser isso que vê em casa e quer preservar.
Pai e mãe felizes e juntos.
É bonito de se ver.
Sem imagem de perfil

De Caco a 28.01.2014 às 17:13

Ahhhha!!! O pai está igualzinho! Temos artista :-)
Sem imagem de perfil

De Cipreste a 28.01.2014 às 10:29

e ninguém comenta os olhares cúmplices? :)
Imagem de perfil

De João Miguel Tavares a 28.01.2014 às 10:55

Tem toda a razão. Shame on me. É o que dá ter um bruto insensível a postar, enquanto a delicada sensível continua a não ter tempo para isso.
Sem imagem de perfil

De Cipreste a 28.01.2014 às 13:06

no pun intended ;)
Sem imagem de perfil

De Márcia a 27.01.2014 às 17:49

Uma delicia.
Sem imagem de perfil

De jll a 27.01.2014 às 12:25

O pai e a mãe iguais, esticadinhos e da mesma estatura. Iguais aos seus olhos. Presumo que não o sejam na vida real, as portuguesas são geralmente baixinhas. A vossa família é muito querida.

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D