Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





O tabu da amamentação

por João Miguel Tavares, em 17.11.14

Os Estados Unidos são aquele país onde tudo se discute, e sempre de modo mais fervoroso do que em qualquer outro lado. Donde, a questão da amamentação é naturalmente um enérgico campo de batalha. E a luta é não só pelos benefícios (indiscutíveis) do aleitamento materno, mas também pela visibilidade da amamentação - um tema sempre sensível.

 

A actriz Alyssa Milano teve a sua primeira filha em Setembro e tem partilhado fotos desses momentos no Instagram. Numa das mais recentes partilhas, colocou fotos suas a dar de mamar ao bebé e houve alguma reacções de pessoas que defenderam que a amamentação é um momento íntimo entre mãe e filho, que não deve ser partilhado desta maneira.

 

18741ce0-68f0-11e4-90b6-dfa1be28734c_Alyssa-Milano

 

Screen Shot 2014-10-28 at 1_18_56 PM.png

 

A resposta de Milano no Twitter teve graça:

 

Esperem! Eu não percebo. Sem desrespeito pela Kim, mas... as pessoas ficam ofendidas com a minhas selfies a amamentar e estão confortáveis com a sua (extraordinária) capa do rabo?

 

A "capa do rabo" de Kim Kardashian, como por esta altura quase todo o planeta saberá, é esta:

 

546366581225a2f9404eaee4_kim-kardashian-paper-maga

 

E, como a própria Milano admite, é um "inacreditável rabo". Eu subscrevo. Mas Alyssa tem uma certa razão: suportamos com grande tolerância imagens de uma sexualidade explosiva, e depois encolhemo-nos com vergonha perante uma mãe a amamentar um filho. Suponho que Freud deva explicar. Mas eu não conheço essa explicação.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:22


132 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.11.2014 às 10:05

Não li os comentários todos e posso estar enganada em relação a alguns deles, mas o que me parece que a maior parte não (que palavra usar) "desaprova" (não é a palavra certa, eu sei, mas falha-me outra melhor) a amamentação em público.
Amamentar é natural, sim e é um acto lindo.
Agora o que não é tão natural e pode, sim, incomodar as pessoas é o facto de as mães quando se estão a preparar para amamentar, ou quando acabam andarem ali de mamas ao léu, sem qualquer pudor.
Não me dá nojo, claro que não!! (que comentários descabidos), mas que não gosto de ver não, mas não me incomoda, afinal as mamas não são minhas e cada uma faz como se sente melhor.
Já vi numa esplanada uma senhora a amamentar e tinha as duas mamas de fora. numa estava o bebé e a outra estava a fazer o quê? A apanhar ar? Depois trocou o bebé de mama e ficou a outra ali a arejar.
Já vi no meio de uma missa, levantar as camisolas até ao pescoço e dar de mamar. Se acho normal? Não, não acho. Acharia sim, se a mãe que sabe que amamenta já fosse vestida de forma a que quando o seu bebé precisasse de comer não precisasse de levantar a camisola até ao pescoço, ficando meia despida da cintura para cima.
Eu amamentei durante 15 meses, muitas vezes em público e só mostrei o necessário. Não porque o acto não fosse natural, mas porque o meu corpo não é apenas o corpo de uma mãe, é o meu corpo de mulher.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.11.2014 às 11:08

Concordo a 100% e também acho que a maioria dos comentadores não desaprova a amamentação em público. O que muitos desaprovam e eu também são os exageros e a falta de decoro ou de pudor, como diz esta comentadora. Às vezes, parece da parte de algumas mulheres um desafio e uma ostentação. Isso é que já não é normal. Se o acto é natural e evidentemente é natural, essas atitudes é que não são naturais.
Alguns podem desaprovar a amamentação em público. Eu não e a maioria aqui parece que não. Mas pode haver naturalidade a fazer o que é natural. Acho que a questão, como em muitas outras coisas, é de educação e de civismo. Também se pode falar de civismo na preocupação em não incomodar os outros, mesmo quando estamos a alimentar com naturalidade os nosso filhos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.11.2014 às 11:38

Estes dois comentários, refletem a minha opinião.
O ato de amamentar é natural. O que não é natural é mostrar mais do que é necessário para o fazer (os tais exemplos de se despirem todas, ou ficarem com as mamas de fora mais do que o tempo preciso) e ainda por cima achar que têm toda a legitimidade e direito porque amamentam.
Sem imagem de perfil

De Cristina a 18.11.2014 às 11:57

Não sabe se a "senhora da mama ao léu" por acaso não tinha uma candidiase nos mamilos, por exemplo, e se não poderá ter levado do médico o conselho de arejar "o tempo todo" (como a mim me foi dito), particularmente imediatamente após a amamentação... Depois poderá (ou alguém) dizer "pois, mas então podia não amamentar em público", e eu digo que nem sempre isso é possível, pura e simplesmente.

Posto isto, eu não arejei em público, e passei MESES a tratar uma infecção que se resolve bem com sol directo. E bom, a minha opinião, nesta e outras questões é que uma vez que não sabemos sempre a história toda, é melhor não julgar.

Gostava de adicionar também que amamentei muitas vezes em público (com um top de amamentação por baixo da camisola, o que faz com que a exposição seja de facto muito pouca) e nunca me senti observada nem censurada.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.11.2014 às 14:11

Pois claro que não sei a história toda, mas sei o que vi e não gostei.
Se houver algum problema, tem de se adaptar a ele. Fica em casa, sempre que possível para arejar à vontade ou se tem de sair, poe uma fraldinha por cima que areja na mesma!
Eu tb já tive candidiases vaginais e tinha de arejar e não era por isso que andava com a dita cuja ao léu.
E também é uma coisa normal, faz parte do corpo humano!
Sem imagem de perfil

De Marisa Santos a 18.11.2014 às 14:26

Grande Resposta!
Eu sou da mesma opinião. Se tem de arejar bem pode arejar por baixo de uma fralda ou de um avental de amamentação. Chama-se "decência" ou "Bom senso" ou "ter noção de que a minha liberdade termina onde começa a dos outros"
Só tenho pena que apareça assinada como "Anónimo".
Sem imagem de perfil

De Cristina a 18.11.2014 às 20:57

Pode-se supor então que não vão à praia? É que lá há senhoras que fazem topless, pondo em causa a "liberdade" dos demais... Nao compreendo porque é que na praia não tem importância, mas para amamentar já é uma ofensa à liberdade. Pessoalmente, não acho bonito o topless, não gosto, não me agrada, então vai de lá e não faço. Daí a fazer juízos de valor acerca de quem faz vai uma distância enorme.

Eu ando a dormir pouco e acho que não fui clara: este assunto só se resolve quando amamentar em público, ficando a mama ao léu o tempo que cada uma acha que é preciso, for tão normal quanto ir à praia sem a parte de cima do bikini (ou mais, até, já que imagino que seja possível que toda esta gente ofendida com quem amamenta em público ache que toda a senhora que faça topless é uma Jezebel).

E uma candidiase vaginal resolve-se bem com um canesten (até porque a vagina é um órgão interior), mas numa mama que produz leite é um caso sério... E não, nada areja por baixo de uma fraldinha, e muito menos apanha sol.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.11.2014 às 09:30

Sorte a sua que resolve só e apenas com canesten.
Se não gosta que falem daquilo que ACHA que sabe, porque deve ter sofrido na pele, também não fale do que os outros sofrem.
Sem imagem de perfil

De madrid a 06.01.2015 às 18:08

A solução é simples: fique em casa o máximo tempo possível e assim não evitará ver a mulheres amamentar nem bebés a mamar! E mesmo assim se vir algum não faça o que muita gente "incomodada" faz que é ser incômoda e ficar parada a observar a cena em viz de olhar pra outro lado.

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D