Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Primavera 2014

por Teresa Mendonça, em 21.03.14

Com o cheirinho da Primavera a chegar voltam as saudades de ter um quintal com jardim para poder plantar, semear e ver a força da vida a rebentar a terra. Acompanhar uma planta a nascer, crescer e dar flor ou fruto é tão confortante e reconciliador que apaga qualquer desencontro com a rotina diária e tem sempre direito a banda sonora exclusiva: é-me impossível não imaginar Louis Armstrong a cantar a sua "What a wonderful world" fazendo as plantas despontar da terra, como se estivessem sob a influência de um encantador de serpentes.

 

Exactamente por isso, todas as janelas com beiral da nossa casa têm vasos à espera de florirem, e toda a família espera ansiosamente o aparecimento de cada novo botão. Humm... toda, menos o João, já que infelizmente para ele as flores das plantas não têm letras nem dão para pôr a girar no DVD.

 

 

Todas as manhãs, quando levantamos os estores, procuramos novidades nos vasos das nossas janelas, que são o jardim da nossa casa. Este ano, a primeira flor da Primavera foi um narciso a que nós chamámos Susana, por ter aberto no dia dos anos de uma amiga nossa para quem, nos dias que correm, florir depois da desfolhada tem um significado especial. Hoje, ela já está assim:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:35


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.03.2014 às 14:25

Também gostava de fazer o mesmo mas não sei como prender os vasos. Os vossos estão presos de alguma maneira?
Imagem de perfil

De Teresa Mendonça a 31.03.2014 às 00:10

Não. Como não podemos modificar ou danificar a fachada do prédio, só temos vasos nos beirais mais largos, pois não os podemos fixar. Mas mesmo com muito vento, se os vasos forem grandes, com o peso da terra não há risco de caírem. Se não houver problema em fazer uns buraquinhos nos beirais, ficam muito mais giros os vasos com as armações próprias para os vasos, que se vendem em toda as floristas, e cujos ganchos se podem enfiar nos tais buracos.
Sem imagem de perfil

De carolina a 24.03.2014 às 20:29

Que linda
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.03.2014 às 17:03

Tenho a sorte de ter um grande jardim e quintal e arvores e flores... é tão bom ir para a terra sujar as mãos.
As mãos e tudo o resto :)
Quado o tempo permite e os miudos e cadela vão para lá, entram uns indios em casa: sujos mas felizes!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.03.2014 às 16:09

Susana era a minha melhor amiga. Era. Partiu precocemente. Vou ficar com esta flor, ok?
Sem imagem de perfil

De Carina a 21.03.2014 às 15:47

Muito bem! Boas ideias :)

viagemdoceviagem@blogspot.com
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.03.2014 às 14:50

Olha, aqui está um post giro. Parabéns pela vossa Susana!
Imagem de perfil

De Teresa Power a 21.03.2014 às 13:42

Na verdade, basta tão pouco para termos a primavera em casa! Conheço quem tenha grandes jardins, mas não tenha primavera... Ela esconde-se na simplicidade!
Continuo à espera da vossa visita ao meu jardim! Beijinhos de toda a família Power

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D