Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Hmmmm... acho que ela deixou mesmo de ligar a isto

por João Miguel Tavares, em 04.07.14

 

Eh pá, eu estou a sentir-me como um gajo que faz greve ao trabalho só para descobrir que o patrão, afinal, já voou há um mês para as Bahamas. Não há ninguém na fábrica. O que significa que isto assim não é lá muito eficaz.

 

Provavelmente, a banda sonora que eu deveria ter escolhido ontem era esta:

 

 

Donde, o que eu vou fazer já a seguir, só para me vingar, é escrever um post extremamente aborrecido. Preparem-se.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:24


Hmmmm... cá para mim ela já nem sequer vem ao blogue

por João Miguel Tavares, em 03.07.14

 

Eu confesso: o patronato não sabe que estou em greve. Eu não contei nada à excelentíssima esposa. Ando calado que nem um rato.

 

E, pelos vistos, os leitores que achavam que o PD4 estava a ficar um bocado enjoativo ultimamente tinham toda a razão: a minha família e a família dela devem ter desertado há bastante tempo do blogue. Deixaram de cá vir. Porque eles gostam de saber notícias dos netinhos e das suas traquinices, mas não têm grande pachorra, vá lá saber-se porquê, para as minhas elucubrações existenciais.

 

Donde, só nós é que sabemos que o PD4 está em greve. Eles não sabem. Ela não sabe. E ninguém lhe diz.

 

Por isso, tendo em conta a escandalosa dimensão do meu abandono, e à falta de uma boa tragédia shakespeariana sobre o tema, acho que isto merece uma canção da Ágata. É só escutar e substituir mentalmente "crianças" por "maridos". O que, a bem dizer, é todo o meu projecto de vida desde que comecei a escrever sobre a família - sem sucesso, como se vê.

 

 

Ah, e a greve continua, claro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:32


Hoje só tenho a dizer isto

por João Miguel Tavares, em 02.07.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:14


O PD4 entra hoje em greve

por João Miguel Tavares, em 01.07.14

Tendo em conta o apoio que este post teve, tanto aqui como no Facebook, venho por este meio unir-me aos leitores do Pais de Quatro na exigência de que a Teresa regresse rapidamente a este blogue, porque isto sem ela não tem metade da graça.

 

Mais: não só não tem metade da graça, como eu sou obrigado a trabalhar mais de 40 horas por semana para compensar as suas ausências prolongadas. Esta situação não pode continuar. Abaixo a exploração bloguística dos excelentíssimos esposos!

 

Infelizmente, apesar dos esforços que coloquei na concertação social, não foi possível chegar a um acordo com o patronato, apesar de ele ter sido várias vezes alertado para as deficientes condições de trabalho da metade masculina do PD4 e para a ausência de pagamento de horas extraordinárias.

 

Essas exigências, apesar de justas, não foram tidas em conta, e por isso sou obrigado a tomar medidas radicais. A partir de hoje, dia 1 de Julho, o PD4 entra em greve, e eu não voltarei a postar nenhum texto até que a Teresa escreva qualquer coisa que se veja.

 

Pela dignidade do blogger! Pela necessidade de textos queriduchos! Pela exigências de fotos fofas! Pela valorização da sensibilidade feminina! Todos juntos nesta greve, por um blogue melhor!

 

Pela minha parte, estou disposto a resistir até ao fim. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30


Dia de greve na função pública

por João Miguel Tavares, em 08.11.13

Eis a CGTP e a UGT a contribuírem simultaneamente para a união familiar e para a desarrumação doméstica. Note-se como a Ritinha apoia a decisão de Arménio Carlos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:16



Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D