Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Teremos nós o direito de criticar Renée Zellweger?

por João Miguel Tavares, em 22.10.14

A propósito da plástica radical de Renée Zellweger, a jornalista Jennifer Gerson Uffalussy escreve um texto no Guardian em sua defesa, cujo título é suficientemente esclarecedor:

 

Nothing is wrong with Renee Zellweger's face. There's something wrong with us

 

O seu comentário vale a pena ser lido, e basicamente chama hipócrita a uma sociedade e a um sistema que deixa sem trabalho as actrizes que envelhecem, ou que as critica mal vislumbra um vestígio de celulite ou de barriga (o ridículo caso Jessica Athayde é uma boa defesa deste argumento), ao mesmo tempo que goza com elas e as tritura na praça pública se se atrevem a fazer plásticas.

 

Suponho que nos meios do cinema e da moda esse seja um argumento que faça sentido. Mas aqui no PD4 sempre nos honrámos de elogiar as marcas do tempo e sempre elogiámos essa extraordinária arte que é saber envelhecer.

 

Por isso, apesar da passagem do tempo ser cruel para todos nós, e sobretudo para as actrizes cuja beleza física é parte fundamental das suas carreiras, a verdade é que a transformação do corpo num campo de experiências plásticas que procuram perpetuar, de forma cada vez mais radical, uma juventude que já não existe, faz-me, de facto, muita impressão.

 

Além disso, parece-me que Jennifer Gerson Uffalussy passa ao lado do fundamental. Porque se a mim me fazem realmente muita impressão as cirurgias plásticas de Meg Ryan (logo ela...)

Meg-Ryan.jpg

ou da própria Nicole Kidman,

490186969.jpg

é porque em boa parte porque estamos a falar de actrizes que fazem parte de um imaginário cinéfilo e sexual (as coisas misturam-se) que nos é muito caro. Contudo, manda o rigor admitir que o caso de Renée Zellweger é muito diferente.

renee3.jpg

Diante de nós não está alguém que procurou apenas rejuvenescer - está uma outra pessoa (bonita, por sinal), que nós não reconheceríamos se passasse ao nosso lado na rua.

 

Claro que podemos sempre questionar a nossa legitimidade para falar com tanta facilidade, e tanta crueldade, sobre uma pessoa que não conhecemos, só porque ela é actriz - no entanto, esse é um outro assunto (aliás, bastante discutível, diria eu).

 

No entanto, esta ideia de termos de ser outros para permanecermos jovens é, obviamente, chocante, e não me parece que haja aí qualquer espécie de hipocrisia. O que nós vemos nestas fotos é a mutilação de uma identidade. E perante ela, reagimos como reagiríamos diante de qualquer mutilação - com horror. E com pena. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:40


29 comentários

Sem imagem de perfil

De Maria Cruz a 23.10.2014 às 14:10

É que eu não acho que ela pareça mais jovem, apenas diferente e menos bonita... Assim, diria que não valeu a pena... Mas é só minha opinião, que vale o que vale.
Quanto ao direito de crítica, bem, acho que temos o direito de opinar se gostamos ou não. São pessoas públicas, vivem dessa publicidade, nós somos o seu público, tudo muito natural.
Imagem de perfil

De praquistanense a 23.10.2014 às 12:41

para mim a beleza feminina revela-se naturalmente e os seus padrões de sua maior ou menor intensidade varia consoante quem aprecia.não sou contra as cirurgias faciais, pois há casos em que tal se justifica incontestavelmente.agora o caso na Renné, é o descalabro, de quem destruiu literalmente uma beleza única, para dar lugar a uma imagem digna dos melhores filmes de terror .justifico assim que se cada um pode fazer o que quer com o corpo, mas também há quem se sinta indignado, com semelhante atrocidade.
Sem imagem de perfil

De Mãe Sabichona a 23.10.2014 às 12:30

É precisamente a questão da identidade que me faz confusão neste caso em particular.
Sem imagem de perfil

De VascoB. a 23.10.2014 às 10:21

Há uma outra questão envolvida.

A Renee tem sangue Sami, um povo da Lapónia que penso seja considerado uma minoria étnica. Daí os seus traços algo exóticos ao nível de formato de rosto e olhos.

Depois da operação ficou mais vulgar, dentro da norma ocidental de onde vive.

Isto aproxima um pouco ao caso do Michael Jackson. Infelizmente
Imagem de perfil

De marta-omeucanto a 23.10.2014 às 10:18

Cada um é livre de fazer com o seu corpo aquilo que bem lhe apetecer, mas nós também somos livres para dar a nossa opinião sobre qualquer assunto, seja ele um assunto importante, ou o novo rosto da Renée Zellweger.
E o que me parece ser a opinião de muitos é que, a ter havido cirurgia para rejuvenescimento, as coisas não resultaram da melhor forma. Se não houve, como a própria afirma, recurso a qualquer cirurgia, ainda assim, não me parece que esteja melhor que antes.
E, melhor, ou pior, mais ou menos bonita, o que é verdade é que praticamente ninguém a reconhece. Não vejo grande futuro para esta nova Renée...
Sem imagem de perfil

De Sn a 23.10.2014 às 07:55

Sou só eu que olho para a antiga cara da Renee e já vejo um rosto pouco natural e cheio de botox e outras coisas? Até acho a nova Renee mais natural. Mas outra Renée.
Eu sou defensora dos tratamentos estéticos. Até porque algumas mulher sofrem um terramoto biológico após a menopausa e os tratamentos podem ajudar a atenuar esse período.
Por falar em menopausa e tratamentos estéticos, já olharam bem para a cara da nossa ministra da justiça?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2014 às 08:41

Noa sei pormenores da vida da ministra, mas morreu-lhe um filho ha uns anos atras. Nao acho que seja menopausa ou botox, deve ter sido muita medicacao para ajudar a superar.
Sem imagem de perfil

De Maria2 a 22.10.2014 às 23:41

Eu não posso falar pelos outros. Mas senti que aquela rapariga bonita, com a qual nos identificávamos, desapareceu sem saber como ou porquê. Aquela que nos fazia sentir "normal" e de quem gostávamos por se aceitar como era.

As fotos não ajudam. Espero que ao ver um filme dela ainda consiga descobrir sinais do que via antes.
Sem imagem de perfil

De Maria Isabel Prata a 22.10.2014 às 16:57

É lá com ela, é adulta, tem dinheiro para o fazer, ninguém tem nada com isso.

Enfim, isto distrai-nos.
Sem imagem de perfil

De Elsa a 22.10.2014 às 16:42

Um dos comentários a essa notícia diz tudo e explica bem o sururu (pelo menos no meu ponto de vista):
«There's enhancement and anti-aging, and then there's witness protection identity change....»
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.10.2014 às 16:33

Parece que foi apenas o efeito do tempo...
http://caras.sapo.pt/famosos/2014-10-22-Renee-Zellweger-nega-ter-feito-plasticas
Sem imagem de perfil

De Missi a 23.10.2014 às 14:27

Como se não negassem quase sempre.
Querem sempre tentar fazer o povéu de tontinho e levar a crer que são uns eleitos divinos (se até são estrelas) por quem os sinais do tempo não passam. Enfim, haja paciência para gente de plástico em todos os aspetos.

Comentar post


Pág. 1/3




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D