Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





E estes dois são...

por João Miguel Tavares, em 22.07.14

Ah, caros leitores, o que eu já me ri com as vossas respostas ao meu desafio. Agradeço, sobretudo, a oportunidade que me deram para eu gozar com a Teresa, ao acharem que ela tanto poderia ser o menino da direita (que é, na verdade, o meu irmão), como o da esquerda - que sou eu.

 

Suponho que isso signifique que eu e ela poderíamos ser irmãos - houve quem já pensasse isso, e nos tempos em que éramos namorados.

 

Para quem disse que a Ritinha era a cara chapada da mãe, podem verificar que ela é a cara chapada do pai - este é um caso em que posso dispensar os testes genéticos.

 

Quanto ao meu maninho, ao acharem que ele podia ser uma menina também me permitiram uma doce vigança, já que, até aos meus seis, sete anos de idade, eu tinha o cabelo cortado à tigela e uma cara muito redondinha - donde, as pessoas confundiam-me frequentemente com uma miúda, e ele fartava-se de gozar comigo. Agora chegou a sua vez. Embrulha!

 

Devo dizer que fiquei sobretudo impressionado com as capacidades dedutivas da Ana Azevedo (comentário de 21.07.2014 às 23:31), que a partir de um post antigo sobre Paris recordou a cara da minha sobrinha Catarina e a achou muito parecida com o meu mano Romualdo (sim, o meu irmão chama-se Romualdo - um dia destes tenho de contar a história dos nomes próprios da minha família materna).

 

Como avisei em boa hora, não há prémios, mas vai para a Ana uma menção honrosa, pelo seu talento sherlockiano.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:38


Anúncios em que o pai é o maior

por João Miguel Tavares, em 22.07.14

Em tempos, a Teresa Cruzeiro já tinha oferecido ao PD4 um excelente anúncio acerca do grande tema para quem vai a última fatia de pizza, e agora, depois de ter visto os meus protestos a propósito do anúncio tailandês onde um pai era tratado como atrasado mental, enviou-me dois anúncios de carros do caraças, em que o pai é o maior - e é tratado com a dignidade que merece.

 

Vou pôr isto em loop. Obrigado, Teresa. Grandes, grandes anúncios.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:48


O clássico "dói-me a cabeça", mas agora em Excel

por João Miguel Tavares, em 21.07.14

Grande história no Observador: um marido irritado com tantas negas da mulher na hora do truca-truca, decidiu enviar-lhe uma folha Excel com todas as desculpas que ela arranjou entre 3 de Junho e 17 de Julho para não terem sexo - foram 25 "não" para três "sim".

 

Ela não achou graça à brincadeira, tentou falar com o marido, não conseguiu, e vai daí decidiu colocar a folha de Excel no Reddit. Parece que, entretanto, acabaram. Por que será?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:17


Adivinhem quem são estes dois

por João Miguel Tavares, em 21.07.14

Aviso já que, ao contrário da excelentíssima esposa, eu não sou fofinho e não atribuo prendas aos vencedores.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:56

Por causa das coisas que só o Gui se lembra, a Susana chamou-me a atenção, na caixa de comentários, para esta notícia: um leilão no eBay rendeu uns incríveis 215 mil euros a uma senhora galesa, chamada Kathryn Burnand, que se lembrou de fazer um vestido com 24 mil elásticos, e à sua amiga Helen Smith, que o decidiu vender no eBay.

 

Este é o vestido, apresentado pela filha de Smith, de 12 anos: 

 

E esta é Helen Smith, a quem saiu a sorte grande, depois de a sua amiga Burnand passar três semanas e meia a trabalhar na coisa:

Quando, após mais de 100 licitações, o vestido atingiu a astronómica quantia de 170 100 libras (mais sete libras de despesas de envio), as senhoras Smith e Burnand nem queriam acreditar. Só para se ter uma noção, a licitação inicial foi de... 50 libras (63 euros).

E para os tecnicamente interessados no empreendimento, a autora do vestido informa ter gasto cerca de 50 euros em 40 sacos com 600 elásticos cada.

É extraordinário como há loucuras que se tornam planetárias e atravessam todos os estratos sociais, sem que ninguém consiga compreender como nem porquê.

Vejam lá se conhecem estas senhoras e este senhor, todos de pulseirinhas:

 

 

 

Oh my. O mundo está louco.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:47


Os pais também são vítimas de ridículos preconceios

por João Miguel Tavares, em 17.07.14

Ah, e tal, coitadinhas das mulheres e dos preconceitos de que são alvo. E os homens, minhas senhoras? O que é que me têm a dizer deste anúncio supostamente sensível de uma empresa de telecomunicações móveis tailandesa chamada DTAC, que nos últimos dias se tornou viral?

 

À boleia de uma campanha que gostaria de ser muito humanista, e que garante que "a tecnologia nunca substituirá o amor", o que se está a fazer é tratar os papás como anormais e incapazes - uau!, incrível!, o gajo conseguiu largar o telemóvel e pegar no filho ao colo!, que extraordinário!

 

Em bom tailandês, fuck off.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:14


Meu Deus, como eles crescem

por João Miguel Tavares, em 17.07.14

Por causa da possibilidade de publicar um dos meus livros infantis no estrangeiro, enviei hoje a uma agente literária, que não me conhece de lado nenhum, um link da peça que no Verão de 2012 a CNN fez a propósito de A Crise Explicada às Crianças.

 

Ao minuto 1.11 dessa peça, a Carolina aparece a falar para a televisão - e quando eu a vi não queria acreditar. Foi apenas há dois anos - dois minúsculos aninhos - e aquela menina pura e simplesmente evaporou-se. Desapareceu. Sumiu. Agora temos uma pré-adolescente cá em casa.

 

Chiça, que alguém deveria multar o tempo das crianças. Ele circula claramente em excesso de velocidade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:53


As arrumações de uma pré-adolescente

por Teresa Mendonça, em 17.07.14

A nossa Carolina já é uma rapariga crescida e tem vindo a ganhar responsablidade - e responsabilidades - de dia para dia, para deleite dos seus papás. A última conquista, proposta por ela, foi entrar na escala de lavar a loiça depois do jantar nos dias da semana, o que muito agradou à sua mamã, em especial.

 

Mas arrumações não são o seu forte. Aquela coisa chata de ter que dobrar as roupas e arrumá-las nas gavetas bem ajeitadinhas não tem graça nenhuma e passamos a vida a encontrar sapatos da Carolina espalhados pela casa. Felizmente, a pouco e pouco, as coisas têm melhorado.

 

No fim-de-semana que passámos em Peniche, assim que chegámos ao apartamento lembrei-lhe que ela tinha que tirar a sua roupa do saco e arrumá-la no roupeiro do quarto onde dormiria. Mal acabei a frase, virou-se para mim toda orgulhosa e anunciou que já o havia feito - e seguiu caminho para a sala. Curiosa, fui espreitar a sua arrumação.

 

Numa das gavetas encontrei a roupa toda amontoada com os produtos de higiene e as sandálias, que - vá lá - estavam, pelo menos, separadas num saquinho.

 

Já na outra, encontrei os seus dois biquinis meticulosamente arrumados, como se estivessem em exibição para venda numa loja. Tão meticulosamente arrumados, aliás, que não cabia mais nada na gaveta. No que respeita a roupa, dá para ver quais são as prioridades dela, não dá?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:24


Coisas de que só o Gui se lembra #5

por Teresa Mendonça, em 17.07.14

Da última vez que fomos aos Montes da Senhora, o Gui apercebeu-se que a Memi e a Zezinha não tinham um bloco de notas disponível para pequenos apontamentos na cozinha.

 

Vai daí, agarrou num bloquinho de folhas de papel e em vez de o pôr simplesmente em cima de uma bancada com um lápis ao lado, muniu-se de um rolo de fita-cola e desconstruiu o bloco de notas. Depois, colou-o à parede da cozinha, folha por folha, para que elas não tivessem o trabalho de ter que as separar.

 

Finalmente, cunhou cada uma das folhas com o seu nome e encabeçou o seu novo bloco com um desenho da família Mendonça Tavares, para que a Memi e a Zé nunca se esqueçam de nós. E nem a caneta faltou, que encaixou num buraquinho do seu novelo de fita-cola. Muito útil, como se imagina.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:19


Like a girl

por João Miguel Tavares, em 16.07.14

Uma grande resposta da Rita ao meu post anterior:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:35




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D