Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





E beijar os filhos na boca? Pode-se? #2 (parece que não...)

por João Miguel Tavares, em 25.11.14

O Dr. Mário Cordeiro, que até costuma dar uma ampla liberdade às idiossincrasias dos pais, é absolutamente contra os pais beijarem os filhos na boca. Eis a sua argumentação:

 

Nããããão! É dar a ilusão de que a relação parento-filial se pode tornar numa relação conjugal, que é um interdito entre pais e filhos porque corresponde à fantasia dos dois anos de idade. As pessoas cumprimentam-se de todas as maneiras, e os homens com 3 beijos nos países árabes ou no sul de França, ou na Rússia.

 

Todavia, um beijo na boca é como dormir na cama dos pais - um sinal de inversão do triângulo pai-mãe-filho, e uma intrusão do filho na relação conjugal dos pais, com perturbação da sua futura relação conjugal (seja com o Noddy ou a Ursa Teresa, com o João ou a Teresa do Infantário, ou mais tarde com o Príncipe ou Princesa encantados).

 

Portanto, JMT: nãããããão !!!!! A menos que gostem de lançar bombas atómicas ou deixar o percurso de vida dos vossos filhos cheios de minas!

 

kissing-rex.jpg

 

publicado às 10:15


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Susana Fernandes a 26.11.2014 às 02:17

É doloroso tentar ler todos os comentários mas este post está efectivamente nos comentários... E depois de ler alguns a primeira coisa que estranho é haver quem ache bizarro considerar um beijo na boca algo sexual. Eu não vejo outra carga associada ao beijo na boca senão a sexual. Daí que beijar alguém na boca, para mim só esteve e está associado a namorados e agora marido.
Depois estranho é considerarmos a opinião de um especialista tão ligeira como qualquer outra. Ainda que não concordemos deveria, pelo menos, deixar-nos a pensar e muito.
Ainda mais estranho é o argumento amor que serve para tudo.
A minha opinião é fundamentada em dois episódios e uma convicção. Já vi uma adolescente de 14 anos beijar o pai na boca e não é bonito de se ver. Não é por isso que ele é melhor pai e não acho que sejam adolescentes mais saudáveis e felizes. Outro episódio foi ver a filha de dois anos, de um casal amigo, tentar beijar o meu marido porque o costuma fazer com o pai...
Para além disto, minha convicção é que devemos proteger o nosso papel entre marido e mulher. Não podemos deixar de ser marido e mulher porque se é pai e mãe e devemos começar a fazê-lo deixando os limites bem definidos entre pais e filhos. Filhos saudáveis não são os que beijam os pais na boca mas os que vêm os pais serem um casal feliz e completo. Isso sim é o exemplo que devemos passar. Beijinho na boca é para o papá e a mamã que são namorados!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.11.2014 às 15:03

Concordo tanto consigo! Para mim, é mesmo como diz. A confusão dos papéis só pode trazer confusões e mal-estar. Pode ser muito giro, como dizem alguns comentadores, mas acho que é muito inconveniente.
Quanto à opinião do Dr. Mário Cordeiro, para mim, ele tem muita razão e é grande presunção pensar que um pai ou mãe que só conhece a sua casa e a dos amigos sabe mais do que ele.
Sem imagem de perfil

De Sofia Lopes a 26.11.2014 às 15:08

se um qualquer pediatra saiba mais de doenças de crianças do que eu? sabe sim senhor! mas sabe mais do que eu o que é bom ou mau para o meu filho? não, não sabe :D

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D