Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





E beijar os filhos na boca? Pode-se? #2 (parece que não...)

por João Miguel Tavares, em 25.11.14

O Dr. Mário Cordeiro, que até costuma dar uma ampla liberdade às idiossincrasias dos pais, é absolutamente contra os pais beijarem os filhos na boca. Eis a sua argumentação:

 

Nããããão! É dar a ilusão de que a relação parento-filial se pode tornar numa relação conjugal, que é um interdito entre pais e filhos porque corresponde à fantasia dos dois anos de idade. As pessoas cumprimentam-se de todas as maneiras, e os homens com 3 beijos nos países árabes ou no sul de França, ou na Rússia.

 

Todavia, um beijo na boca é como dormir na cama dos pais - um sinal de inversão do triângulo pai-mãe-filho, e uma intrusão do filho na relação conjugal dos pais, com perturbação da sua futura relação conjugal (seja com o Noddy ou a Ursa Teresa, com o João ou a Teresa do Infantário, ou mais tarde com o Príncipe ou Princesa encantados).

 

Portanto, JMT: nãããããão !!!!! A menos que gostem de lançar bombas atómicas ou deixar o percurso de vida dos vossos filhos cheios de minas!

 

kissing-rex.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:15


132 comentários

Sem imagem de perfil

De Susana V. a 26.11.2014 às 09:44

Eu não posso concordar mais com a MIsabel e o Anónimo seguinte. Aliás a minha filha mais nova que era presença recorrente na nossa cama até aos 2 anos deixou simples e naturalmente de aparecer (excepto em caso de pesadelo, cerca de duas vezes por ano).
Aliás, eu vou mais longe. Acho pouco natural deixar um bebé de meses a dormir num quarto sozinho. Vai totalmente contra o meu instinto maternal.
A sociedade tentou desde há uns anos para cá separar os pais dos filhos. Não dar de mamar, não dormir no mesmo quarto, não dar colo. Nos anos 70, as melhores maternidades separavam os filhos das mães durante a noite. Ficavam numa enfermaria esterilizada a beber leite artificial de biberões esterilizados. Tudo muito higiénico, Tudo muito errado.
Eu cá prefiro confiar nos meus instintos. Eles foram amplamente testados ao longo de milénios.
Cumprimentos.
Sem imagem de perfil

De Bruxa Mimi a 26.11.2014 às 17:48

"Acho pouco natural deixar um bebé de meses a dormir num quarto sozinho." Concordo! Mas no meu caso, nenhum dos meus três filhos dormiu na minha cama, dormiram todos na sua cama, junto à minha.

Comentar post




Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D