Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Quantas vezes por semana devemos dar banho aos filhos?

por João Miguel Tavares, em 04.03.15

Se bem se recordam, em Outubro do ano passado escrevi um post no PD4 sobre o número de vezes que devemos dar banho aos filhos, que deu origem a muita controvérsia.

 

Desde então, fiquei com a ideia de ir investigar um pouco mais e averiguar qual a opinião dos especialistas portugueses acerca dos banhos diários. Acabei por decidir fazer esse trabalho para o Observador, num texto que pode ser lido aqui, e cujos resultados não são lá muito simpáticos para mim, enquanto grande praticante da lei do menor esforço - é que os quatro pediatras e dermatologistas que escutei acham mesmo que se deve tomar banho todos os dias (ou quase).

 

Um excerto só para abrir o apetite:

 

Infelizmente, aquilo que muitos americanos nos querem impingir não é, de todo, partilhado pelos dermatologistas e pediatras portugueses que o Observador se deu ao trabalho de ir ouvir.

 

A fação pró-banho diário sai vitoriosa – e por esmagadora maioria.

 

Pondo números às coisas, o Observador escutou dois pediatras e dois dermatologistas sobre o tema, e o triste resultado para os pais que trocavam alegremente a remoção de sujidade capilar pelo visionamento de uma assistência de Nani, Nico Gaitán ou Jackson Martínez, é este:

 

Mário Cordeiro, pediatra – dar banho todos os dias.
Maria João Paiva Lopes, dermatologista – dar banho todos os dias.
José Campos Lopes, dermatologista – dar banho todos os dias “não se desaconselha”.
Hugo Rodrigues, pediatra – em bebés, dar banhos em dias alternados, mas se ele gostar “pode dar mais vezes”.

 

O resto aqui.

 

bekah-in-the-tub.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:47


É preciso dar banho aos miúdos tooooooodos os dias?

por João Miguel Tavares, em 23.10.14

Nos comentário a este post, a minha amiga Teresa A., que vive há muitos anos na Alemanha, como bem sabe quem passa regularmente por este blogue, deixou uma questão que me parece bastante curiosa em relação aos banhos das crianças - sobretudo porque em Portugal é uma prática que ninguém põe em causa. Escreveu ela:

 

Já agora uma pergunta, se calhar para a excelentíssima esposa, que é médica, ou para o Dr. Mário, que é pediatra: porque é que os portugueses dão banho aos miúdos todos os dias?

 

Aqui na Alemanha não se faz isso e eu acho muito bem, sinceramente. Se calhar sou sensível ao assunto por ter dermite atópica e ter de evitar o mais possível a água, mas acho um exagero isso de dar banho tooooodos os dias. Porquê? A pediatra da minha filha sempre disse que uma vez por semana chega. Durante a semana basta a "lavagem de gato": limpar com um paninho húmido as zonas mais sujas, tipo cara e pés ;-)


Como a minha filha também tem tendência para a dermite atópica, só dou banho às sextas-feiras, depois de jantar. E nunca ouvi ninguém dizer que ela cheira mal, muito pelo contrário! Claro que ela muda de roupa todos os dias.

 

Algumas pessoas já responderam - de forma civilizada, como é suposto - na caixa dos comentários, e o normal é utilizarmos o argumento do clima. Mas se fosse só por causa do calor não seria preciso tomar banho todos os dias no Inverno - e os meus filhos tomam banho todos os dias, inclusivamente no Inverno.

 

Ora, será que tanto banho é mesmo necessário, sobretudo antes de os miúdos entrarem na puberdade, quando os seus odores corporais são mínimos? A verdade é que eu não tomava banho todos os dias quando era criança.

 

Claro que nós todos conhecemos a resposta óbvia à questão: o banhinho só traz vantagens. Mas o LA-C salta em defesa da Teresa A., com argumentos bem curiosos:

 

Cara Teresa A.

 

Um banho por semana chega perfeitamente. Os portugueses (especialmente as mães, parece-me) são uns obcecados com os banhos. Estragam a pele e o cabelo das crianças pequenas com tanto sabonete e champô. Depois, evidentemente, gastam um dinheirão em sabonetes e cremes para peles sensíveis (atópicas e afins) e amaciadores para evitar estragar ainda mais a pele e os cabelos, nem se dando conta de que bastaria esfregá-los um pouco menos.

 

Dada a mentalidade portuguesa, parece-me que um banho semanal será impossível, mas se se conseguisse educar os pais portugueses para darem banho duas vezes por semana já era um grande ganho. Claro que a partir dos 6 anos já se pode dar banho com mais frequência às crianças e, a partir da puberdade, podem tomar os banhos que quiserem.

 

Parece-me um bom assunto para debate.

 

cartoon3927.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:08



Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D