Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ser bonito dá mesmo jeito

por João Miguel Tavares, em 15.07.14

Anda uma pessoa a frequentar alegadamente respeitáveis blogues de economia, quando de repente se depara com isto: um estudo assinado por Daniel Hamermesh, professor de Economia no Texas, que diz o seguinte a propósito da influência da beleza no mercado de trabalho norte-americano (tradução de Luís Aguiar-Conraria):

 

Pessoas feias ganham menos do que pessoas normais que, por sua vez, ganham menos do que as bonitas. O custo de se ser feio é 5 a 10%, um pouco mais do que o prémio de se ser bonito. O efeito nos homens é, pelo menos, tão grande como nas mulheres. Mulheres pouco atraentes participam menos no mercado de trabalho e casam-se com homens com menos capital humano. Pessoas bonitas têm tendência a trabalhar onde a beleza é produtividade; mas o impacto da beleza individual é razoavelmente independente da profissão, sugerindo pura discriminação por parte dos empregadores.

 

É verdade que o estudo é de 1994, já lá vão 20 anos, mas é provável que a coisa se tenha mantido desde então. A parte má destas conclusões é que é muito triste avaliar a competência de uma pessoa de acordo com os seus atributos físicos, ainda que a vantagem seja só de 5 a 10%. A parte boa é que isto é tanto assim para homens como para mulheres. 

 

Eu sempre soube que essa coisa de a beleza ser mais importante para os homens do que para as mulheres era uma grande tanga. Agora tenho a prova.

 

 

Consta que esta menina, Sara Sampaio de sua graça, tem a vida facilitada por ser gira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:01



Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D