Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um excelente comentário, a propósito deste post, da Teresa Power:

 

Diz a Paula no seu comentário que os filhos são todos diferentes, e daí a nossa diferente abordagem com cada um. Eu ia um bocadinho mais longe: nós, pais, também somos diferentes do que éramos há dois, cinco ou dez anos! Nunca gostei do comentário muito frequente: "Nem parece que aquelas duas crianças foram educadas pelo mesmo pai e pela mesma mãe!" Porque, de facto, não foram.

 

É que, se o nosso crescimento, as nossas discussões, os diferentes pontos de vista que vamos escutando, assimilando, afastando ou aceitando, não nos vão modificando, então que andamos nós a fazer na vida? Eu estou consciente que não estou a educar a Sara, de dois anos, da mesma forma que eduquei o Francisco, agora com quase dezasseis, ou qualquer um dos outros irmãos. Eu mudei. Para melhor, espero! E é porque quero continuar a melhorar, que humildemente vou escutando, vou lendo, vou testando - e vou tendo filhos :)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:53



Os livros do pai


Onde o pai fala de assuntos sérios


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D